Região dos Lagos define estratégias para período de Reprodução dos peixes

Guarda Intermunicipal será criada para fiscalizar Lagoa de Araruama 

Representante dos municípios que a Lagoa de Araruama abrange

Na última segunda-feira, dia 24, a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, recebeu em sua sede, o Grupo de Trabalho do Consorcio Ambiental Lagos São João e representantes de municípios vizinhos, para uma reunião que tem como objetivo definir estratégias de segurança e fiscalização durante o período de defeso na Lagoa de Araruama, que se inicia no dia 1 de agosto e vai até o dia 31 de outubro, sendo um momento onde fica terminantemente proibido qualquer tipo de pesca e tem como objetivo preservar as espécies em período de reprodução, além de aumentar os estoques pesqueiros.

A Lagoa de Araruama abrange seis municípios, entre eles Saquarema, Iguaba Grande, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo. A reunião foi para que representantes desses municípios, segundo a lei, possam ceder guardas ambientais para atuarem durante esse período na fiscalização, formalizando uma interação entre todas essas Cidades, além de criar a Guarda Intermunicipal.

Vice-prefeito Leandro Coutinho explicando a importância do período de Defeso

Para o vice-prefeito de Iguaba Grande, Leandro Coutinho, é fundamental respeitar o período de defeso, pois mantém a qualidade do pescado, que desde então tem sido referência no município, com peixes de até 3kg. “Nós tivemos um resultado significativo no começo desse ano, com relação a quantidade de peixes, apresentando também um tamanho bem superior se comparado com os anos anteriores, e o respeito ao período de defeso foi fundamental para esse resultado”, destacou o vice-prefeito, que também é presidente do Comitê de Bacias Lagos de São João.

Texto: Daniele Beldon

Fotos: Felipe Lopes